sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Projeto: Faz-de-conta das profissões.

Turma: Maternal II.

Professora Volante: Elisa.

Justificativa: 


Como é importante para a criança brincar, pois quando está brincando ela desenvolve a atenção, a memória, a autonomia, a capacidade de resolver problemas, de se socializar, desperta a curiosidade e a imaginação, de maneira prazerosa e como participante ativo do seu processo de aprendizagem.

Diante desta descoberta perguntei a turma do Maternal II se eles sabiam o que era brincar de faz-de-conta. Somente uma criança respondeu dando o seguinte exemplo: “Quando vou tomar banho cruzo o braço embaixo do chuveiro e deixo a água cair, juntando no meu braço, ai eu balanço o braço fazendo de conta que é meu bebê”. A partir desta explicação surgiram outros exemplos.

O faz-de-conta é uma atividade de grande complexidade, que desencadeia o uso da imaginação criadora. Pelo faz-de-conta a criança pode reviver situações que lhe causam excitação, alegria, medo, tristeza, raiva e ansiedade. Ela pode, neste brinquedo mágico, expressar e trabalhar as fortes emoções, muitas vezes difíceis de suportar. E, a partir de suas ações nas brincadeiras, explora as diferentes representações que tem destas situações difíceis, podendo melhor compreendê-las ou reorganizá-las.

Nas brincadeiras, as crianças transformam os conhecimentos que já possuíam anteriormente em conceitos gerais com os quais brinca. Por exemplo, para assumir um determinado papel numa brincadeira, a criança deve conhecer alguma de suas características, seus conhecimentos provêm da imitação de alguém ou de algo conhecido, de uma experiência vivida na família ou em outros ambientes, do relato de um colega ou de um adulto, de cenas assistidas na televisão, no cinema ou narradas em livros etc. A fonte de seus conhecimentos é múltipla, mas estes se encontram, ainda, fragmentados. (BRASIL, 1998 p.27).

Com o faz-de-conta a criança reflete seus valores e sua visão de mundo adquiridos com seus familiares, compartilhando com as demais crianças as experiências vivenciadas em casa. Por isso, é importante que o professor fique atento para intervir pedagogicamente, no sentido de superar preconceitos e proporcionar relações saudáveis.

Conforme Oliveira (2010 p.163) comenta, o faz de conta “abre caminho para autonomia, a criatividade, a exploração de significados e sentidos. Atua também sobre a capacidade da criança de imaginar e de representar, articulada com outras formas de expressão. São os jogos, ainda, instrumentos para aprendizagem de regras sociais”.

As crianças aprendem a cada nova brincadeira, desenvolvem as formas de convivência social, modificando e recebendo novos conteúdos, a fim de renovar suas aprendizagens. Quando brinca repetidamente ela saboreia a vitória da aquisição de um novo saber. Para Kishimoto (2003, p.43) “ao prover uma situação imaginativa por meio da atividade livre, a criança desenvolve a iniciativa, expressa seus desejos e internaliza as regras sociais”.

Objetivo Geral:

Oportunizar a brincadeira de faz-de-conta, desenvolvendo a atenção, a memória, a autonomia, a capacidade de resolver problemas, de socializar-se, de despertar a curiosidade e a imaginação, de maneira prazerosa e como participante ativo do processo de aprendizagem.

Situação Problema: Como as brincadeiras de faz-de-conta podem auxiliar na socialização e no desenvolvimento da imaginação das crianças?

Cronograma: Previsto para 3 a 4 meses.

Recursos: Utilização de objetos referente às profissões, revistas, brinquedos de cozinha, tecidos, rolo para pintura, cartas de Obra de Arte (Portinari), bola de futebol e livro de história.

Avaliação: A avaliação será realizada mediante a observação das crianças quanto as suas atitudes em relação ao outro, se conseguem brincar coletivamente, se respeitam as regras, dividem tarefas e se mostram interesse pelas brincadeiras de faz de conta, vivenciando situações de desenvolvimento da imaginação.

BRINCANDO DE CABELEIREIRO













BRINCANDO DE COZINHEIRO











MODELANDO DIVERSOS BISCOITOS.



DEGUSTANDO OS BISCOITOS CONFECCIONADOS PELA TURMA.


VISITA A COZINHA DO CEI.

ENTREVISTA COM A COZINHEIRA DO CEI

BRINCANDO DE CONSTRUTOR




















BRINCANDO DE ESCRITÓRIO













BRINCANDO DE MÉDICO












CULMINÂNCIA DO PROJETO: DESFILE DAS PROFISSÕES.










Avaliação Final do Projeto.



A proposta deste projeto foi organizar a brincadeira de faz-de-conta como um momento rico, com aprendizagens significativas, em que a criança pudesse aprender atitudes e valores que as auxiliariam no seu desenvolvimento. As crianças foram avaliadas em grupo, de acordo com a aprendizagem percebida no dia-a-dia.

Em todas as atividades propostas às crianças imitaram ações realizadas pelos adultos, explorando objetos e brinquedos livremente, deixando a imaginação e a criatividade fluir. Compartilharam os brinquedos e aguardaram o amigo utilizar, para depois brincar, respeitaram todos os combinados realizados em sala em relação ao espaço organizado.

Demonstraram muita alegria e curiosidade em cada uma das propostas das brincadeiras de faz-de-conta, realizando-as com interesse e envolvimento. Conheceram algumas profissões e a sua importância através da roda de conversa.

5 comentários:

  1. parabéns pelo projeto.. maravilhoso

    ResponderExcluir
  2. Amei o projeto de vocês!!! Gostei das ideias, vou adaptar e fazer com meus alunos do grupo 5. PARABÉNS!!!
    Clévia Ponce.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom. Parabéns professoras.

    ResponderExcluir
  4. PARABENS ACHEI LINDO AMEI DE PAIXÃO

    ResponderExcluir
  5. Adorei! As ideias irão auxiliar no trabalho com meus alunos de 4 anos. Parabéns para a Equipe de Professoras.

    Andreia Zilda

    ResponderExcluir